Notícias

157 anos da Caixa Econômica: a melhor comemoração é a defesa


João Henrique Vieira

A melhor forma de comemorar os 157 anos de fundação da Caixa Econômica é defendê-la. Esse foi o sentimento que mobilizou diretores e diretoras do Sindicato dos Bancários do Piauí (SEEBF-PI) e Apcef Piauí para o Ato Público em alusão ao aniversário, e em defesa da Caixa 100% Pública, realizado na manhã desta sexta-feira (12/01), na agência da Praça Rio Branco, Centro de Teresina.   

Os bancários entregaram uma Carta Aberta e dialogaram com a população sobre a importância de comemorar e defender um banco tão importante para a sociedade brasileira. O presidente do SEEBF-PI, Arimatea Passos, ressalta que, na atual conjuntura política, os indicadores de pobreza e miséria aumentam a cada dia, e a Caixa é um banco fundamental para a diminuição das desigualdades no Brasil.

“Nesse momento, com a mudança nos rumos da democracia no país, todos os bancos públicos, principalmente a Caixa, sofrem com a decisão do governo federal de querer privatizá-la e torná-la mais um banco comum. Um prejuízo muito grande não só para empregados da Caixa, mas para a nação Brasileira. Não existe uma obra social nesse país que não tenha um financiamento da Caixa. É dever não só do Sindicato ou dos empregados, mas de todos nós lutarmos para que continue como um banco público, trabalhando em prol da sociedade”, afirmou Arimatea.

A diretora do SEEBEF-PI e Conselheira da Fenae, Francisca de Assis, também afirma que o momento é de luta em defesa do banco.  “Na Caixa temos muitos motivos para fazer manifestações e questionamentos à direção do banco, que vem reduzindo o quadro funcional, retirando cargos de confiança e retirando oportunidades de crédito para os clientes bancários. Com as dificuldades econômicas do país, a Caixa sofre essas consequências mais veementemente, porque, como único banco totalmente público do Brasil, é alvo do atual governo federal que tem um objetivo muito claro de reduzir os espaços dos bancos públicos e favorecer os bancos privados”.

A diretora De Assis também ressalta a importância e o trabalho em prol da sociedade, além do empenho dos empregados que fazem o banco. “Trabalhamos para manter a Caixa prestando serviço à sociedade e ajudando no desenvolvimento do país, criando estruturas de habitação, saneamento, educação e programas sociais voltados à sociedade e para os mais pobres, esse é um papel que a Caixa cumpre com seriedade, objetividade e clareza. Os empregados da caixa cumprem esse papel de oferecer um tratamento bancário decente que nós esperamos que esteja ao alcance de toda a sociedade”.

O vice presidente do SEEBF-PI, Odaly Medeiros, lembrou que toda a história da Caixa sempre foi em favor da sociedade, mas que hoje corre risco, assim como os outros bancos públicos.

“Comemoramos por contar com esse banco social por todos esses anos, mas sabemos que a Caixa, assim como os outros bancos públicos, está ameaçada pela privatização. Este ano vamos intensificar a luta e percorrer o interior do Estado realizando audiências públicas em defesa dos bacos públicos. A Caixa é um banco social que atende as camadas mais pobres desde a sua fundação e tem mantido esse papel tão importante, por isso temos todos que defender esse patrimônio brasileiro”, afirmou Odaly.