Notícias

Seebf participa de reunião sobre novo programa do Banco do Brasil


Airton Ramos

 

 

            O presidente Arimatéa Passos acompanhado dos diretores Carlos Arias (Camarão), José Ulisses de Oliveira  e Fabiana Souza do Sindicato dos Bancários do Estado do Piauí participaram nesta terça (09-01) de reunião na Superintendência do Banco do Brasil para tratar do PAQ – Plano de Adequação de Quadros.

A grande preocupação desse plano é mais uma vez a forma que ele foi feito, sem nenhuma conversa pela direção o que deixa grande parte dos funcionários aflitos e em alguns casos sem resposta.

Na conversa,  o superintendente do BB afirmou que esse plano não se trata de um plano de desligamento ou de aposentadoria, é um plano que objetiva à adequação de quadros de unidades com excessos equilibrando à quantidade necessária para o contingente de funcionários em cada unidade.

O BB alega que o objetivo é aperfeiçoar a estrutura de atendimento por meio da modernização buscando melhor atender os clientes, bem como melhorar o resultado econômico da empresa, com valorização de funcionários com novas oportunidades, já que abrirá mais duas agências digitais e mais uma agência estilo. O programa objetiva realocar os funcionários para que ocupem novas vagas que o BB alega que serão geradas.

Após toda essa explanação,  o sindicato colocou suas dúvidas sempre com a preocupação de que tudo seja feita de forma transparente e que nenhum funcionário saia perdendo com essa nova modalidade de readequação e que não haja a chamada pressão psicológica para essas decisões, que devem ser livremente optadas pelos envolvidos.

 “Essa adequação tem que ser bem discutida, principalmente com funcionários do banco que estão com medo de demissões, temos que ser bem francos neste momento, os bancários estão apavorados e com medo de tudo que se refere a empregos, queremos saber da instituição, até que ponto, esse PAQ não vai prejudicar os funcionários”,  disse Arimatéa.

O diretor José Ulisses lembrou que estamos em novo momento político e de reestruturação das leis, especialmente a trabalhista que retirou muitos direitos dos trabalhadores, por isso é importante que o sindicato possa acompanhar todo esse processo. Os diretores Camarão e Fabiana falaram de situações específicas principalmente no PSO, onde mudanças podem ocorrer, às vezes, ao sabor de entendimentos diferenciados dos objetivos do programa.

Por fim, Pio Gomes, superintendente do BB no Piauí, disse que as pessoas não precisam ter medo. “ Estamos organizando o atendimento, estimulando colaboradores para irem a outras agências, fazendo uma parceria entre atendimento digital e presencial, então não há o que temer e que todo esse processo será feito da forma mais transparente possível, que no caso, no Piauí, espera que todas as situações sejam resolvidas salientou.

Ele também frisou que essas mudanças irão até o dia 29 de janeiro e os funcionários que tenham dúvidas podem procurar suas agências, a Gepes PI ou ainda a Super-PI. Participaram da reunião: além dos diretores sindicais e o superintendente,  o gerente administrativo Flávio Felipe, o assessor Sávio Rodrigues e o analista-Gepes Geovani Moura.

Nesta quinta feira ( 11/01), o Seebf convoca todos os bancários do BB para uma reunião sobre o PAQ com participação de membros da Superintendência do Banco do Brasil na sede do sindicato a partir das 18h.