Notícias

Começa no Piauí a Campanha em Defesa dos Bancos Públicos


João Henrique Vieira

Mostrar e defender a fundamental importância dos bancos públicos para o desenvolvimento do Brasil é o grande desafio que se apresenta a toda a categoria bancária, sendo o objetivo da Campanha em Defesa dos Bancos Públicos – Banco do Brasil, Caixa Econômica e Banco do Nordeste – que acontece em todo o País. O Sindicato dos Bancários do Piauí (SEEBF-PI) iniciou a Campanha nesta quarta-feira (27), em frente à agência da superintendência do BNB, no centro de Teresina, com a presença de vários bancários, bancárias e diretores dialogando diretamente com a sociedade.

O diretor sindical Marcus Vinícius ressalta a importância de começar essa campanha no Banco do Nordeste. “O Sindicato começa hoje no BNB essa mobilização, nesse banco tão importante para a região nordeste pelo papel de desenvolvimento que tem. Peça fundamental em uma política de desenvolvimento e igualdade social. A intenção é dialogar e mostrar para a sociedade que bancário tem consciência política e entende como de fundamental importância o papel de cada banco público”, afirmou.

A campanha acontecerá sempre às quartas-feiras na capital, e às quintas-feiras no interior do Estado, alertando para a importância de defender o emprego, os bancos públicos e esclarecendo a sociedade sobre os ataques às empresas públicas, como destaca o vice-presidente do SEEBF-PI, Odaly Medeiros. “Temos um atual governo voltado para os grandes grupos econômicos, que não tem um projeto social. Os bancos públicos são o filé, porque dão lucros e como bancos lucrativos o mercado tem interesse. Como o governo atual não tem o interesse de fortalecer as nossas entidades bancárias elas ficam vulneráveis à privatização. O governo Atual deixa claro que as leis que ele está aprovando, como a Lei Trabalhista e a Terceirização são projetos que prejudicam os trabalhadores”.

A diretora Lusemir Carvalho reafirma a importância do BNB para a região nordeste do Brasil. “Nosso Banco do Nordeste é um banco de fomento e muito importante para a região nordeste, para as pessoas menos favorecidas, pois financia os pequenos produtores. É um banco de extrema importância para nossa região, por isso precisamos lutar e defender o Banco do Nordeste, assim como todos os bancos públicos e todas as empresas estatais que estão na mira do atual governo para serem vendidas ou privatizadas. Eu percebo que os colegas já estão cientes de tudo que está acontecendo, das ameaças constantes que estamos sofrendo”.

Já o diretor do SEEBF-PI, José Ulisses, afirmou que a campanha está no centro da agenda do Sindicato. “Aqui é o pontapé inicial e a partir de agora será a agenda principal do Sindicato. Vamos percorrer todas as agências da capital e de todo o estado do Piauí, chamando a população e funcionários para fazer esse grande alerta, de que não há necessidade de privatização de banco público. Existe um monopólio de banqueiro no país. Os bancos públicos não são do governo, são da sociedade e para realizarem políticas sociais. Não podemos deixar a sociedade refém do sistema financeiro privado”, afirmou Ulisses.

O funcionário do BNB, Nonato Gomes, reflete sobre a importância da mobilização em defesa dos bancos públicos. “Percebemos que a população está muito acomodada. Temos que ter coragem e partir para as ruas de fato, não podemos ficar a mercê da classe politica. Vemos diariamente casos de denúncias, mas a população fica acomodada, reclamando com o colega do lado, mas não vai para a rua. Os bancários são uma classe forte, estamos vendo o governo deteriorar os bancos, e se a gente ficar acomodado e não avançar nas mobilizações, num futuro próximo vamos lamentar por não ter feito nada”, disse.