Notícias

Direção do SEEBF-PI visita agência BB Jóquei convidando para Assembleia e Greve Geral


João Henrique Vieira

Percorrendo as agências bancárias e divulgando a Assembleia Organizativa, que acontece nesta quinta feira (29/06), na sede do Sindicato dos Bancários do Piauí (SEEBF-PI), a partir das 18h; e convidando a categoria para a Greve Geral de sexta-feira (30/06), o presidente do SEEBF-PI Arimatea Passos e o diretor Flávio Nogueira estiveram na manhã desta quarta (28/06) reunidos com os trabalhadores do Banco do Brasil da agência Jóquei.

Na reunião trataram sobre a importância de participar da Assembleia, que é o fórum máximo da categoria, na qual se define os detalhes da participação dos bancários no movimento grevista que deve, mais uma vez, parar todo o país contra as reformas do governo ilegítimo de Michel Temer que ataca gravemente direitos e garantias trabalhistas e sociais prejudicando toda a sociedade. “É muito importante que os bancários tomem ciência do que está acontecendo no país, do risco da perda do emprego, porque a mobilização que vai acontecer dia 30 em todo o país é com a intenção de barrar essas propostas de reforma que de fato não foram debatidas com o conjunto da sociedade nem com a classe trabalhadora e porque está sendo proposta por um governo ilegítimo que só tem uma única intenção, que é atacar o trabalhador. A Diretoria toda do Sindicato está visitando as agências e fazendo reuniões nesse sentido”, afirmou o presidente Arimatea.

Outro ponto tratado na reunião com os funcionários do BB foi o convite para a Assembleia que vai acontecer no dia 5/07, quarta-feira, para decidirem sobre a CCV (Comissão de Conciliação Voluntária) com relação aos processos contra o Banco do Brasil. “Viemos também chamar o pessoal do Banco do Brasil especificamente para participar da Assembleia sobre a CCV. Porque a Assembleia é quem vai definir se o Sindicato aceita fazer o acordo de CCV. Essa Assembleia é para decidir se aceitam indicar ou não o Sindicato para fazer esse acordo, essa mediação, entre o banco e os trabalhadores que têm processos contra o banco” informou Arimatea Passos.

O Sindicato dos Bancários do Piauí mais uma vez ratifica a importância de toda a categoria aderir ao movimento e parar no dia 30, visto que a greve é um direito legítimo do trabalhador que tem sofrido severos ataques de um governo sem compromisso com a classe trabalhadora que faz a verdadeira força de uma nação.